29 de setembro de 2016

Pais: 10 sinais de alerta de que seus filhos precisam de psicoterapia

Por Rose Guedes

family-1477434_1280

Imagem – Ilustração

É comum ouvirmos pais confusos como e quando agir. Segundo especialistas, os pais precisam esperar mudanças significativas de comportamento. Segue abaixo o alguns para ser observados:

  1. Agitação — Mostra alto grau de ansiedade ou tem atitudes como quebrar objetos de propósito, rasga atividades de escola;
  2. Agressividade — Grita, esperneia, bate e protagoniza birras, tanto em na escola não aceita ser não ser o primeiro da fila; chuta os colegas e professores; não obedece as regras;
  3. Alimentação — Passa a comer mais; ou menos; que o usual; em alguns casos, pode deixar de se alimentar
  4. Aprendizado — Tira muitas notas baixas nas provas e tem queda geral na produção escolar;
  5. Comunicação — Não consegue contar uma história do começo ao fim ou explicar como foi seu dia
  6. Depressão — Chora mais e fica de mau humor; a irritação também é um traço comum na depressão infantil
  7. Desligamento — Não presta nenhuma atenção no que lhe dizem ou no que está ocorrendo à sua volta; da atenção para tudo e para nada ao mesmo tempo;
  8. Medo — Começa a apresentar medos exageradas e repentinas, sem motivação aparente
  9. Socialização — Não faz mais amigos, ou se distancia dos antigos, e tem dificuldade para brincar em conjunto
  10. Sono — Faz xixi na cama (fora da idade em que é natural), range os dentes ou começa a ter pesadelos frequentes; costuma dormir na cama dos pais.

São sim questões pontuais, que muitas vezes são também sinalizadas pela escola e que os pais precisam ter coragem e buscar ajuda a seus filhos, pois existe sim tratamento.

Procure um psicoterapeuta infantil…

 

Cotidiano
27 de setembro de 2016

O que é o Método Friends?

Por Tatiane Sanches Besenbruch
Conheça um pouco mais sobre o Método Friends, indicado a promoção de saúde, bem estar , resiliência e inteligência emocional

Imagem: Acervo Particular – O que é o Método Friends?

É um método internacionalmente reconhecido e validado cientificamente para ensinar habilidades sociais, emocionais e de vida saudável para crianças a partir de quatro anos e adultos. É resultado do conhecimento acumulado da psicologia positiva, cognitiva, comportamental e das neurociências.

A Organização Mundial da Saúde indica o método para promover saúde e bem-estar, além de prevenir dois problemas emocionais crescentes no mundo: ansiedade e depressão.

O Método FRIENDS ou AMIGOS aqui no Brasil é aplicado por facilitadores devidamente certificados, aptos a ensinar as habilidades essenciais para uma vida plena. Aplicado em grupos dividido de acordo com a faixa etária e trabalhando de forma lúdica e descontraída, o método leva conhecimento e prática das habilidades que devem ser incorporadas no dia a dia e hábitos saudáveis.

Por que amigos?

AMIGOS não foi escolhido aleatoriamente. Além de ser um acrônimo de todas as habilidades fomentadas no grupo, ainda nos deparamos com a importância que os amigos têm em nossas vidas, algo já reconhecido pela ciência.

Entenda mais:

A – Atenção aos sentimentos

M – Momento de relaxar

I – Ideias que ajudam

G – Gerar soluções

O – Orgulhe-se do seu trabalho

S – Sorria e seja sempre corajoso

“Atenção aos sentimentos” está em compreender o que sentimos, quais são nossas emoções e porque elas são importantes em nossas vidas. Quando começamos a aprender um pouco disso podemos dizer que iniciamos nossa alfabetização emocional.

Aprender que todos devemos ter um “Momento de Relaxar”, afinal esta é a melhor maneira de regular nossas emoções, nos acalmando quando necessário.

“Ideias que ajudam” é o momento em que estamos nos aprofundando um pouco mais na alfabetização emocional. Começamos a entender por que sentimos o que sentimos.

“Gerar soluções” é onde trabalhamos a resolução de problemas, através da ação no modelo  passo a passo. Problemas é o que não nos falta na arte de viver! então podemos o quão é importante essa habilidade.

“Orgulhe-se do seu trabalho” é fomentada a importância de se orgulhar quando damos o melhor de nós, independente do resultado. É uma  habilidades importante em um mundo tão exigente.

No último momento aprendemos a importância de “Sorrir e de ser Corajoso”.  Sorrir é algo importante para gerar emoções agradáveis em nós mesmo e nos outros, produzindo relações de amizades maravilhosas. Coragem de fazer coisas, independentes dos resultados, isso produz efeitos grandiosos  ampliando a autoestima.

Assim o Método Friends ensina as habilidades imprescindíveis para uma vida plena levando a resiliência e a conhecida inteligência emocional. Para saber mais clique aqui e  aqui também.

 

Tatiane Besenbruch
Acompanhante terapêutico e Coach

 

Bem Estar Comportamento Saúde
22 de setembro de 2016

Como reconhecer um psicopata?

Por Rose Guedes

woman-1283228_1280

Imagem – Ilustração: Como reconhecer um psicopata?

O transtorno de personalidade antissocial, ou o conhecido “psicopata” é caraterizado um distúrbio mental em que a pessoa é incapaz de demostrar remorso ou empatia. O diagnóstico clínico relata essas pessoas como manipuladoras, enganadoras, imprudentes e muitas vezes perigosas. As pessoas que sofrem desse transtorno se encaixam em um espectro, exibindo sintomas de diversas gravidades, nem todos são assassinos em série ou golpistas como os filmes descrevem, mas todas podem apresentar um convívio difícil e muitas vezes perigoso. Aprenda a reconhecer essas pessoas para proteger a si mesmo e a elas também.

Algumas formas de identificar os conhecidos psicopatas:

  • Reincidentes casos de prisões, sejam elas por crimes grandes ou pequenos. Esses crimes normalmente se iniciam na adolescência e continuam na vida adulta. Essas pessoas também tendem a exibir problemas de abuso de substâncias, o que pode significar também que tenham sido presas por posse de drogas ou por dirigir embriagadas. Você pode checar os antecedentes por conta própria caso a pessoa não queira discutir seu passado com você.
  • Mentirosos compulsivos, mesmo sobre coisas mundanas ou irrelevantes.Conforme crescem, esse padrão pode se transformar na aplicação de golpes, onde elas manipulam os outros para ganho próprio.
  • Fique de olho em um comportamento imprudente.As pessoas com transtorno antissocial tendem a não se importar com a segurança delas mesmas e dos outros. Elas podem ignorar uma situação potencialmente perigosa ou colocarem a si mesmas ou outros em perigo intencionalmente.
  • Tome cuidado com agressões físicas repetidas aos outros.As agressões ocasionadas por esses indivíduos podem variar muito, desde brigas em bares até torturas e sequestros. Entretanto, uma pessoa com transtorno de personalidade antissocial provavelmente terá um histórico de abusos físicos pelos quais ela pode ter sido presa ou não. Caso ela tenha exibido um transtorno de conduta na vida, esse padrão pode se estender até a juventude, com abusos contra outras crianças ou até mesmo os próprios pais.
  • Má conduta no trabalho e uma ética financeira problemática. Essas pessoas tem dificuldades em manter empregos, possuem diversas reclamações de chefes e colegas de trabalho e provavelmente tem contas atrasadas para pagar.
  • Ausência total de empatia e racionalização em dores infligidas.Esse é um dos sintomas mais comumente associados ao distúrbio, pois a pessoa que sofre dele não é capaz de sentir empatia com alguém em quem infligiu dor. Caso ela seja presa por um crime pessoal, ela racionalizará seus motivos/ações e não encontrará razões para se sentir incomodada ou culpada por seu comportamento. Ela não entenderá a chateação das pessoas como resultado de seu próprio comportamento.

As pessoas que são acometidas de transtorno de personalidade antissocial estão em todos os lugares, fique de olho, ela pode estar ao seu lado!

Psicóloga clínica – CRP 06/11210-8
Terapia Cognitivo-Comportamental
Cotidiano
Página 1 de 451234